ELIO OLIVEIRA MEU PENSAR
SOU A INCOGNITA! A VERDADE E A VIDA
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
DELIRIOS LOUCOS - Sol Pereira#Elio candido.
DELIRIOS LOUCOS -
DUETO - SOL PEREIRA E ELIO  CANDIDO DE OLIVEIRA
Sol Pereira
Espero as tuas carícias aqui em nosso leito
Com a tua língua, eu me deleito
Beija os meus pés, vem subindo de mansinho.
Elio Candido de Oliveira.
Não há tempo aqui  estou  e  já em nosso ninho
Como queres minha língua sempre afiada
Beijarei teus pés, e subirei sim.. sem duvida.
Sol pereira.
Arranca-me ais e gemidos  de prazer
Sempre à tua espera, sou teu bel-prazer.
Faça de mim tua amante tua mulher.
Elio candido de Oliveira.
Terás sim e que cause em sentido figurado urrar de prazer
Farei muito mais que prazer, alem dele, além imaginação.
Serás a amante a amiga a mulher respeito  e tudo mais.
Sol Pereira.
Quero o teu sexo ávido. Venha, me satisfaz!
Vamos fazer  amor! Vamos prevaricar!
Beija o meu corpo, sorva o meu sexo por trás.
Sente em tua língua como é doce o meu gozar!
Elio Candido de Oliveira.
Ereto e como concreto meu sexo a lhe satisfazer
Faremos sexo, faremos amor. Faremos coisas naturais.
E sobrenaturais se assim quizer
Tudo o que desejas terás Traz: frente; lado de quatro
Tuas entranhas se contraira.. Se enrolará e. . .
Sentirei teu gozo  como unico e tudo mais.
Sol Pereira.
Cansados, nos entregamos  loucamente
Nossos corpos explodem de paixão
Amamos na cama, na rede e no chão.
Gozamos finalmente... para amarmos novamente.
Elio Candido de Oliveira.
Se nos exaurir as forças, o sono recuperador
E neste descanso a paz de quem muito amou
Lugar de amar não tem..Ama se a qualquer lugar
Ama... e nos amaremos novamente com certeza.

Sol pereira  e Elio Candido de oliveira

elio candido de oliveira
Enviado por elio candido de oliveira em 08/12/2007
Alterado em 09/12/2007
Comentários